Rosana Gimael Blogueira

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

ROLLING STONES


YESSSSSS, YOU CAAAAAAN!!!!

Pois então, o que dizer desse menino septuagenário nascido Michael Philip Jagger, Sir Mick Jagger?
Esse meu  muso  esquálido, leonino com lua em Gêmeos –ah, que demais!- sempre me inspirou, me arrebatou além Terra, com sua performance  estonteante , incandescente, vibrante, delirante -e todos os “antes”  que transmutam o “velho” , o “feio”, o “descabido para a idade” em VITALIDADE, que traduzem a “terceira idade” (ah, esses rótulos rs) em VITAL   IDADE!
Esse jovem senhor cala os rótulos negativos sobre o “envelhecer” em todos os sentidos. Esse menino transcende a passagem do tempo. E vem com o recado: “ a idade está dentro da gente”. Aqui acrescento: a idade tem a ver com a alma da gente. A idade não é o físico. É a qualidade da alma e  do que  se faz com ela!
Mick e sua boca; Mick e sua língua; Mick e sua voz; Mick e suas músicas...Relação intrínseca essa de fã x ídolo...superam-se explicações.
Mick e sua banda...dinossauros que surpreendem sempre, que ressuscitam lembranças deliciosas sempre. Estão aí para provarem que o que é bom é pra sempre.
E também pra dizerem  que podemos ressuscitar, sim, o Gigante Adormecido-  imerso, hoje, em águas turvas e turbulentas!
ROLLING STONES  se apresenta em nosso país, nesse momento tão caótico, não à toa. Os setentões vêm  pra dizer para o Brasil em efêmera e retumbante passagem, com toda a energia, com todo vigor: SIM, VOCÊ PODE!
É profetizar, (podemos sim!) tirando o ‘not ‘ de uma das canções mais “espirituais”  de Jagger e Richards- You Can't Always Get What You Want-nem que for por um momento, pra deixar o sonho se concretizar. Claro, de preferência, acompanhada do Coral!
E, para o meu jovem filho Michel, de frente pro palco, extasiado, fascinado, enlevado pela performance de ontem no Morumbi com essa lendária Banda, a melhor de todos os tempos, apenas digo:
Que bom que pude dar a você, filho querido, opções variadas do bom ouvir, do bem sentir e do bem desfrutar a vida da melhor maneira.Você  bem sabe que a nossa essência romântica pende pra Beatles, mas o espírito sempre será Rolling Stones. O eterno e bom embate entre a essência e sua morada; entre a alma serena e o espírito inquietante pra sempre podermos voar sem freios, absolutamente libertos  porém sempre inquietos, mergulhando em novas e enriquecedoras  experiências.
Ver você  feliz e sabendo viver a vida com leveza me faz sempre crer que tem valido a pena a caminhada. E afugenta qualquer temor em relação à passagem do tempo e as tais contingências da vida!
Ver e ouvir Rolling Stones é não só despertar sempre para novas e deliciosas sensações. É também romper com o velho, com o ultrapassado, com o preconceito, com certas convenções e todo tipo de apego.
Ufa!!!!
Nossa história sempre foi pautada  e embalada pela (boa)música.
Como diria seu avô, só existem dois tipos de música: a boa e a ruim!
Acho que você tem bom-gosto.

E que  tem sabido – sabiamente – viver a vida e dela tem tirado o melhor!